PALAVRA DO ANO...

 

É engraçado como temos a maneira de definirmos tudo com uma única palavra, afinal nada mais fácil, ou difícil, do que simplificar tudo...

Em 2008 quero paz no coração, estar com amigos queridos que se importam comigo da mesma maneira que me importo com eles, que os momentos alegres consigam superar os tristes e que os desejos e sonhos sejam realizados e alcançados.

Li um texto muito interessante sobre isso falando que se quisermos alcançar algo, se realmente quisermos alguma coisa, mais do que tudo, você precisa ter disciplina... acho que essa vai ser a minha palavra para esse ano que começa...

Quem quiser ler o texto completo ele está disponível no site da revista Vida Simples. O autor é o educador e escritor Eugênio Mussak e foi baseado na pergunta de um leitor.

Nunca havia pensado nessa questão, sou daquelas que prefere acreditar que o destino tem muito mais poder do que nossa ação, deve ser um lado meu que prefere acreditar que os deuses definem e decidem o seu futuro... Mas ao ler esse texto e me lembrar de alguns fatos de minha vida percebi que as coisas não precisam ser assim, que não podemos simplesmente deixar a nau de nossa vida ao sabor da maré... Para ler e refletir

UM DIA...
 
 
Quem realmente pode dizer que nos conhece... quem realmente pode dizer que sabe tudo sobre nós...
Assisti a um episódio hoje de "House" que me levantou várias perguntas:
Quem somos realmente?
Alguém pode dizer que nos conhece plenamente?
Quando tudo isso acabar, será que teremos feito a diferença na vida de alguém?
Um diálogo em especial, quando House pergunta para a paciente porque é tão importante que ele fique e converse com ela, porque têm que ser ele e não outro...

House - Você baseia a sua vida toda em quem está no quarto com você?
Paciente - Vou basear esse momento em quem está no quarto comigo. A vida é isso, uma série de quartos. E nossa vida depende de quem está conosco nesses quartos.

 
Inúmeros quartos, inúmeras pessoas e como saber para quem você faz a diferença...
Em outra trama do mesmo episódio, Cameron acompanha um paciente terminal que determina que não quer medicamentos que amenizem a sua dor. Quando indagado por ela o porquê dessa decisão ele responde:

Paciente: Porque preciso que se lembre de mim. Ter alguém para se lembrar de mim.
Se eu morrer em paz, serei apenas mais um paciente. Mas se eu morrer sofrendo…
Só preciso morrer sabendo que algo estava diferente porque eu estava aqui.
 
Algo a se pensar... algo a se lembrar...

PS: O nome do episódio é: "Um dia, um quarto"
CRISE DE FINAL DE ANO...

 

Mais um ano que se acaba e novamente nos vemos frente a frente com decisões que empurramos e evitamos por todo o ano...
Mais um ano que se acaba e novamente percebemos que a hora é agora e não depois...
Mais um ano que se acaba e novamente percebemos que as promessas são somente promessas e somente com a ação podemos mudar o nosso mundo...
Mais um ano que se acaba e novamente percebemos... será que percebemos mesmo???? E nisso, o ano se acaba...

PEQUENAS CONSIDERAÇÕES

 

Todos os dias nos fazemos de forte, fingindo que todas as "porradas" que levamos da vida não nos atingem, seguimos em frente como se nada ou ninguém pudesse nos ferir e, nos esquecemos de como somos frágeis. Hoje estamos aqui, amanhã talvez não mais... tudo pode acabar em um simples de estalar de dedos.
Esse final de semana vi algumas coisas que me fizeram pensar sobre isso, em como não importa o que façamos, no fundo somos e sempre seremos pequeninos perante ao mundo!!!!

FINAL DE SEMANA...

Tema do filme "Íntimo & pessoal" com Michele Pfeiffer e Robert Redford, uma ótima pedida para rever no final de semana...

From You Tube - Celineac555

"Because You Loved Me"

For all those times you stood by me
For all the truth that you made me see
For all the joy you brought to my life
For all the wrong that you made right
For every dream you made come true
For all the love I found in you
I'll be forever thankful baby
You're the one who held me up
Never let me fall
You're the one who saw me through through it all
 
You were my strength when I was weak
You were my voice when I couldn't speak
You were my eyes when I couldn't see
You saw the best there was in me
Lifted me up when I couldn't reach
You gave me faith 'coz you believed
I'm everything I am
Because you loved me
 
You gave me wings and made me fly
You touched my hand I could touch the sky
I lost my faith, you gave it back to me
You said no star was out of reach
You stood by me and I stood tall
I had your love I had it all
I'm grateful for each day you gave me
Maybe I don't know that much
But I know this much is true
I was blessed because I was loved by you
 
You were my strength when I was weak
You were my voice when I couldn't speak
You were my eyes when I couldn't see
You saw the best there was in me
Lifted me up when I couldn't reach
You gave me faith 'coz you believed
I'm everything I am
Because you loved me
 
You were always there for me
The tender wind that carried me
A light in the dark shining your love into my life
You've been my inspiration
Through the lies you were the truth
My world is a better place because of you
 
You were my strength when I was weak
You were my voice when I couldn't speak
You were my eyes when I couldn't see
You saw the best there was in me
Lifted me up when I couldn't reach
You gave me faith 'coz you believed
I'm everything I am
Because you loved me
 
You were my strength when I was weak
You were my voice when I couldn't speak
You were my eyes when I couldn't see
You saw the best there was in me
Lifted me up when I couldn't reach
You gave me faith 'coz you believed
I'm everything I am
Because you loved me
 
I'm everything I am
Because you loved me
CURTOS PENSAMENTOS...

Será que sempre seremos o resultado de todas as nossas experiências boas ou ruins? Será que o que aprendemos por todo o caminho não faz a diferença????

MEU NOME É BOND... JAMES BOND...

 

Acabei de assistir a "007 - Cassino Royale" e gostei muito. Nunca fui muito fã do espião inglês, e não sou muito devota de mudanças, atualizações ou até mesmo releituras de personagens, mas o que posso dizer é que o Daniel Craig está ótimo no papel, a escolha foi perfeita para a nova fase de James Bond. Logo no início já dá para sentir uma diferença profunda dos outros filmes, acho que nunca vi Bond tão "humano", muito mais próximo da realidade e não tão super homem. Esse filme também apresenta um pouco a formação e tenta explicar a personalidade e o modo de ser de Bond...

Um bom filme e o Daniel Craig entrou com louvor na lista "Ô lá em casa!!!! hehehehehe.

Deixo a letra e o vídeo da música tema do filme: You know my name - Chris Cornell

From Merau - You tube

You Know My Name

Chris Cornell

If you take a life
Do you know what you'll give?
Odds are you won't like what it Is.
 
When the storm arrives
Would you be seen with me?
By the merciless eyes I've deceived
 
I've seen angels fall from blinding heights
And you yourself are nothing so divine
Just next in line
 
(Chorus)
Arm yourself because no one else here will save you
The odds will betray you
And I will replace you
You can't deny the prize it may never fulfill you
It longs to kill you
Are you willing to die?
The coldness burns through my veins
You know my name
 
If you come inside
Things will not be the same
When you return to my eyes
 
And if you think you've won
You never saw me change
The game that we have been playing
 
I've seen diamonds cut through harder men
Then you yourself but if you must pretend
You may meet your end
 
(Chorus)
 
Try to hide your hand
Forget how to feel (forget how to feel)
Life is gone
At just a spin of the wheel (spin of the wheel)
 
(Chorus)
 
You Know My Name
A VIDA...
 

"Por muito tempo eu pensei que a minha vida fosse se tornar uma vida de verdade.
Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver, um trabalho não terminado, uma conta a ser paga.
Aí sim, a vida de verdade começaria.
Por fim, cheguei a conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade.
Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho!
Assim, aproveite todos os momentos que você tem.
E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhar, especial o suficiente para passar seu tempo; e lembre-se que o tempo não espera ninguém.

Portanto, pare de esperar até que você termine a faculdade; Até que você volte para a faculdade;
até que você perca 5 quilos;
até que você ganhe 5 quilos;
até que você tenha tido filhos;
até que seus filhos tenham saído de casa;
até que você se case;
até que você se divorcie;
até sexta à noite;
até segunda de manhã;
até que você tenha comprado um carro ou uma casa nova;
até que seu carro ou sua casa tenham sido pagos;
até o próximo verão, outono, inverno;
até que você esteja aposentado;
até que a sua música toque;
até que você tenha terminado seu drink;
até que você esteja sóbrio de novo;
até que você morra;
E decida que não há hora melhor para ser feliz do que
AGORA MESMO...
Lembre-se:

"Felicidade é uma viagem, não um destino".

(Henfil)

HAIR - O MUSICAL
Assisti hoje ao musical "Hair". Lembro de ter visto esse filme quando era adolescente e o final havia me marcado muito... um dos mais tristes que já vi no cinema... É engraçado como algumas sensações que tivemos uma vez na vida se mantêm, não importa quanto tempo passe... E isso acontece com "Hair", toda vez que vejo uma cena ou ouço uma música. Aliás, a trilha sonora é maravilhosa e atuação impecável...
Para quem não conhece, o filme conta a história de Claude (John Savage), um jovem do Oklahoma que foi recrutado para a guerra do Vietnã, e é "adotado" em Nova York por um grupo de hippies comandados por Berger (Treat Williams) e se apaixona por Sheila (Beverly D'Angelo), uma jovem proveniente de uma rica família.
"Hair" recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro, nas categorias de Melhor Filme - Comédia/Musical e Melhor Revelação Masculina (Treat Williams).
Para ver e relembrar!!!

From you tube - George7575
NOVIDADES MUSICAIS...
O you tube também é o paraíso das bandas que ainda não lançaram um CD ou que sequer tem contrato com uma gravadora. Um desses exemplos é a banda Donna John. Fiquei conhecendo o trabalho dos meninos por causa do vocalista Nando Prado, que também é ator. Gostei do material e uma das músicas já está na lista das minhas favoritas... Direto do you tube... Donna John!!!!

PENSAMENTOS...

 

Porque é tão difícil nos desapegarmos de algumas pessoas? Porque é tão difícil deixar quem nós amamos seguir em frente? Porque é tão difícil aceitar que o caminho que temos pela frente não é o nosso? Porque é tão difícil aceitar o que está muito claro na nossa frente? Porque????
YOU TUBE...

Passear pelo you tube é uma maravilha, você perde a noção da hora e encontra mil coisas... Uma das coisas que eu vi foi um clipe do filme "Pecado Original" com Antonio Banderas e a Angelina Jolie, ao som de "Dos Amantes" de Cristian Castro... Achei linda e resolvi que merecia estar no blog para que outros a conheçam...


From you tube - de DelirioA

MISS SAIGON...
Assisti nessa semana o musical “Miss Saigon”, não sabia muito bem o que esperar, e posso dizer que quando estreou não fiquei empolgada para ver, mas obrigações de trabalho me fizeram conhecer um pouco mais sobre o espetáculo e as cenas que vi me deixaram “com água na boca”...

 
Sempre achei que a história não tinha muito apelo para os brasileiros, mas ouvi um comentário que fez muito sentido... o mais importante ali é o romance e não a guerra, ela só serve de pano de fundo para o casal de amantes.
Em 1975, final da guerra, Chris, um soldado americano, conhece e se apaixona por Kim, uma vietnamita que ele conhece no bordel do Engenheiro, mas por causa do conflito, o casal acaba se separando e só tem notícias um do outro 3 anos depois.
Falar mais do que isso é entregar todo o ouro... mas uma informação é importante, o musical é inspirado em Madame Buterfly, ou seja, já podemos esperar tragédia pela frente...


Marcos Tumura
 
Mas o que está realmente de parabéns são os atores, eles estão ótimos, todos sem exceção, mas com especial destaque para Marcos Tumura, que faz o papel do Engenheiro, e de Nando Prado, que interpreta Chris.
E dá-lhe voz para segurar 2 horas e 20 de espetáculo, um show de dança, canto e interpretação.
 
Nando Prado e Lissah Martins
 
As versões das músicas ficaram por conta de Cláudio Botelho, na verdade o responsável por “traduzir” quase todos os musicais que chegaram ao país. Algumas ficaram ótimas, mas há casos em que as palavras parecem não se encaixar bem com a música. Mas convenhamos, fazer versões de qualidade é um trabalho muito difícil, e o conjunto ficou bem legal.
A única coisa que eu acho ruim, é que não deve ser lançado um CD com as versões em português do espetáculo, o que é uma pena...
Ah, aviso aos navegantes, esse espetáculo específico é todo cantado, inclusive os diálogos, lembra muito um filme francês da década de 60 “Os guarda-chuvas do amor” com Catherine Deneuve, que pode ser assunto de um outro post...
 E para matar a curiosidade deixo a letra de uma das músicas que eu encontrei a versão na internet e é interpretada pelo casal central...
 
 
Antes que o mundo chegue ao fim
 
[CHRIS]
Num lugar que eu nunca pensei
Numa vida que eu nem sonhei
eu te encontro
eu te encontrei
 
[KIM]
Nesse mundo sempre a girar
Onde nada pode esperar
Eu te abraço
Eu te abracei
 
[CHRIS]
E amanhã nós seremos mais
 
[KIM]
E tudo em volta seremos mais
 
[CHRIS]
Pois temos nossa canção
Na escuridão
Um som
De um saxofone a soluçar
Chorando só
 
[KIM]
E louco só
 
[AMBOS]
Que diz, Que todo o amor
Vai se embalar
Ao som da última canção
Pedindo assim
Pra te abraçar, dançar
Antes que o mundo chegue ao fim
 
[CHRIS]
Tem um mundo longe daqui
Onde a vida vale por si
Vem comigo
 
[KIM]
Me leva sim
 
[CHRIS]
São tantas coisas pra te mostrar
São tantos sonhos pra te acordar
 
[AMBOS]
E juntos mais uma vez
A ouvir outra vez
Um som
De um saxofone a soluçar
Chorando só, e louco só
Que diz, que todo amor
Vai se embalar
Ao som da última canção
Pedindo assim
Pra te abraçar, dançar
Antes que o mundo chegue ao fim
 
[KIM]
E eu que sempre só sonhei
 
[CHRIS]
E eu que sempre te esperei
 
[AMBOS]
Em qualquer direção
Eu te encontrarei
Um som
Saxofone a soluçar
Pedindo assim
Pra te abraçar, dançar
Antes que o mundo chegue ao fim
MAIS BRUCE WILLIS...
Tá um problema!!! Depois que assisti à "Gata e o Rato", resolvi fazer um festival Bruce Willis aqui em casa. Assisti muita coisa ruim (pelo menos para o meu gosto), mas um filme valeu a pena: Vida Bandida.
 
 
Comédia despretensiosa, com um elenco muito bom: Cate Blanchett belíssima, Billy Bob Thorton, engraçadíssimo, e Bruce Willis, mais Bruce Willis do que nunca. Com isso, quero dizer que ele está fazendo a linha durão com coração. E a trilha sonora é muito boa, com destaque para o hit dos anos 80 "Total Eclipse of the heart" de Bonnie Tyler...
Uma das minhas cenas preferidas é quando Cate descobre que Bruce conhece a letra da música e se espanta, afinal, de acordo com ela, essa é uma canção que os homens não conhecem e não entendem... Valeu a locação e fica a letra...
 
"Total Eclipse of the Heart"
 
Turn around, Every now and then I get a little bit lonely and you're never coming round
Turn around, Every now and then I get a little bit tired of listening to the sound of my tears
Turn around, Every now and then I get a little bit nervous that the best of all the years have gone by
Turn around, Every now and then I get a little bit terrified and then I see the look in your eyes
Turn around bright eyes, Every now and then I fall apart
Turn around bright eyes, Every now and then I fall apart
 
Turn around, Every now and then I get a little bit restless and I dream of something wild
Turn around, Every now and then I get a little bit helpless and I'm lying like a child in your arms
Turn around, Every now and then I get a little bit angry and I know I've got to get out and cry
Turn around, Every now and then I get a little bit terrified but then I see the look in your eyes
Turn around bright eyes, Every now and then I fall apart
Turn around bright eyes, Every now and then I fall apart
 
And I need you now tonight
And I need you more than ever
And if you only hold me tight
We'll be holding on forever
And we'll only be making it right
Cause we'll never be wrong together
We can take it to the end of the line
Your love is like a shadow on me all of the time
I don't know what to do and I'm always in the dark
We're living in a powder keg and giving off sparks
I really need you tonight
Forever's gonna start tonight
Forever's gonna start tonight
 
Once upon a time I was falling in love
But now I'm only falling apart
There's nothing I can do
A total eclipse of the heart
 
Once upon a time there was light in my life
But now there's only love in the dark
Nothing I can say
A total eclipse of the heart
 
INSTRUMENTAL
 
Turn around bright eyes
Turn around bright eyes
Turn around, Every now and then I know you'll never be the boy you always wanted to be
Turn around, Every now then I know you'll always be the only boy who wanted me the way that I am
Turn around, Every now and then I know there's no one in the universe as magical and wonderous as you
Turn around, Every now and then I know there's nothing any better and there's nothing that I just wouldn't do
Turn around bright eyes, Every now and then I fall apart
Turn around bright eyes, Every now and then I fall apart
 
And I need you now tonight
And I need you more than ever
And if you'll only hold me tight
We'll be holding on forever
And we'll only be making it right
Cause we'll never be wrong together
We can take it to the end of the line
Your love is like a shadow on me all of the time
I don't know what to do and I'm always in the dark
We're living in a powder keg and giving off sparks
I really need you tonight
Forever's gonna start tonight
Forever's gonna start tonight
 
Once upon a time I was falling in love
But now I'm only falling apart
Nothing I can do
A total eclipse of the heart
Once upon a time there was light in my life
But now there's only love in the dark
Nothing I can say
A total eclipse of the heart
 
PS: Achei o videoclip na you tube, e pelo amor de Deus, era terrível, mas dá para se divertir, principalmente para quem viveu os anos 80. O cabelo dela era o máximo!!!
A GATA E O RATO...
Série da década de 80 que fez muito sucesso na época... eu confesso, era apaixonada pelo David Addison... sonho de consumo total, como não podia deixar de ser...
Fiz a grande besteira (ou não...) de pegar na locadora o box com a 1ª e a 2ª temporada da série e não prestou! Me apaixonei de novo! Tá certo, o Bruce Willis não é mais o mesmo, as músicas e o jeito de se vestir então nem se diga, mas... não tem jeito.



Mas agora falando sério, o seriado tinha ótimos roteiros e a química entre os atores principais era perfeita... Eles chegaram ao ponto de conversar com os telespectadores e até mesmo fazer piada da condição de ser um programa de TV. Valia muito a pena perder às noite de terça para assisti-lo.
Bem, para comemorar a minha atual fase nostálgica, deixo aqui a abertura do seriado...




Moonlighting
Al Jarreau

Some walk by night,
Some fly by day,
Nothing could change you,
Set and sure of the way.

There is the sun and moon,
They sing their own sweet tune,
Watch them when dawn is due,
Sharing one space.

We'll walk by night,
We'll fly by day,
Moonlighting strangers
Who just met on the way.



PS: Descobri que estou ficando velha... o seriado já tem 20 anos... SOCORRO!!!!
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 26 a 35 anos, Cinema e vídeo, Música